Code Templates no Eclipse

Alguns pedaços de código são repetidos muitas vezes durante a programação, principalmente código de debug. Para melhorar este processo, podemos criar code templates, que são pedaços de código (com ou sem variáveis) que podem ser acessíveis pelo autocomplete do Eclipse. Irei mostrar como criar um code template que irá produzir o seguinte código, que visa auxiliar a “debugar códigos PHP:

echo '<pre>';
var_dump();
echo '</pre>';

1. Criando o Code Template

Com o Eclipse aberto, vá em: Window » Preferences, e depois PHP » Editor » Templates. Nesta tela estão todos os code templates de PHP configurados. Clique em New e irá aparecer uma janela com um formulário, contendo as seguintes opções:

  • Name: nome do template, o qual você irá usar para acessá-lo pelo autocomplete do eclipse.
  • Context: contexto em que o code template estará ativo
  • Automatically insert: inserir automaticamente o código do template
  • Pattern: código do template

Para o code template que iremos criar, usaremos os seguintes valores para o formulário:

  • Name: vdm
  • Context: o valor padrão (normalmente, PHP)
  • Automatically insert: marcado
  • Description: Imprime uma variável com <pre>
  • Pattern: echo ‘<pre>';var_dump(${cursor});echo ‘</pre>';

Após a confirmação, poderemos ver nosso vdm na lista de templates.

2. Utilizando

Em um arquivo php, digite vdm e aperte ctrl+espaço para ativar o autocomplete do Eclipse. O eclipse deverá mostrar o código do vdm e, após inserí-lo, irá posicionar o cursor logo após o $ para que você insira o nome da variável. ;D

Autostart como root no Ubuntu/Debian

Em alguns casos, pode ser interessante que alguns scripts sejam executados como root junto com a inicialização do sistema operacional. No caso do Ubuntu/Debian, existe (pelo menos) uma maneira de fazer isso.

1. Crie o arquivo com os scripts

Crie um arquivo chamado, por exemplo, “local.autostart” em “/etc/init.d”.

Exemplo:
sudo gedit /etc/init.d/local.autostart
Na primeira linha do arquivo, cole:
#!/bin/sh
Em seguida, escreva os comandos que deseja executar, separados por ;. Depois salve e feche o arquivo.

2. Torne o arquivo executável

Digite o seguinte comando, no terminal (caso o nome do arquivo não seja local.autostart, substitua-o no comando pelo seu respectivo nome):
sudo chmod +x /etc/init.d/local.autostart

3. Torne o arquivo um script de inicialização

Digite o seguinte comando, no terminal:
sudo update-rc.d local.autostart defaults 80
Pronto, agora o seu script será inicializado “automaticamente”, junto com o sistema.

Oracle + PHP no Ubuntu/Debian 64-Bits

Recentemente, decidi utilizar a versão amd64 do Ubuntu no meu computador pessoal. Consegui instalar praticamente todos os softwares que utilizava, mas esbarrei na extensão de suporte ao Oracle para o PHP. Tentei instalar pelo mesmo caminho da versão i386: através do instant client, fornecido diretamente pela Oracle. Tentei instalar a versão para 64-bits do instant client, sem sucesso (ah, como eu amo a Oracle).

Pesquisei no todo-poderoso Google e, depois de algum tempo, encontrei uma solução: instalar o Zend Server CE (que tem versão 64-bits, também), pois ele já vem com o maldito OCI8. Para os que não conhecem, o tal Zend Server é um Apache + PHP customizado e “tunado” pela Zend. Vale salientar que o nosso amigo Zend Server também tem versão para o Mac OS X. Então, para os companheiros que tenham o mesmo problema, #ficadica.